A MUDANÇA É UM ESTADO INTERMITENTE

quinta-feira, novembro 21, 2013 18 Comments A+ a-



O gelo não veio com defeito, logo, não existe necessidade de quebrá-lo. É apenas o destino colocando placas de PARE a cada quilômetro que você avança. A gravidade nos segura mas o desejo de liberdade costuma construir espaçonaves capazes de fazer nossos pés escreverem cartas de despedida ao chão.



Nenhum dos cinco sentidos vale quando não se sabe em que sentido se vai. Afinal, os acomodados nunca se mudam, só com ordem de despejo. Todos querem ser milionários, mas quantos saem em busca do primeiro centavo? 
Talvez ninguém ainda tenha se dado conta de que está escrevendo a própria história com a caneta errada.



Não adianta respirar aliviado com a ajuda de aparelhos. O mundo gira mais devagar aos que salivam por mudança. O look do dia é assassinar o cotidiano e erradicar a rotina. Colecionar pessoas novas num álbum que tem sangue nas veias.



Quando a gente enjoa da paisagem, até um cenário de guerra fica pitoresco.



Não estabeleça endereço, apenas monte acampamento. O sol nasce em todos os lugares.  


Imagem: Sérgio Moreira