AMOR VERDADEIRO SÓ EM CATIVEIRO

terça-feira, setembro 24, 2013 19 Comments A+ a-



Quando nada convence por completo e as pessoas são objetos
As virtudes viram artigos raros e os sentimentos, presentes caros
Numa sociedade emocional pobre, nenhum coração é nobre
E o comum soa enjoativo, descartável por qualquer mínimo motivo

A realidade do romance ofegante não faz das relações elegantes
É a superficialidade de agora descolorindo o mundo lá fora
Quem desconhece a surpresa nunca vai saber com certeza
O quão bela é a arquitetura daqueles que acreditam na própria loucura

Entre múltiplos orgasmos e diálogos obrigatoriamente rasos
Quem aumenta o som nunca escolhe um artista bom
O popular não encanta mesmo que a entrada seja franca
E ninguém acha inadmissível o clichê ser a única opção disponível

Aos mais espertos, um mundo de caminhos abertos
De janelas fechadas, mas com lembranças inesperadas
Ontem as emoções eram sinceras como as primeiras primaveras
Hoje o amor verdadeiro é criado apenas em cativeiro


Imagem: Wolbinho